Ovos crus

out 11th
Ovos crus

Povoooo

Papo reto agora heim? e muito sério, de verdade.

 

Tenho visto ao longo destes meses, que muitas pessoas, que se dizem chef’s, culinaristas, etc e tal, andam compartilhando receitas em suas FanPages, de mashmellow, coberturas, glacês, etc, utilizando  claras de ovos CRUAS.

Gente, PELAMORDEDEUS!!!! 

Por acaso voces sabem o que é salmonella? não? pois vou relatar aqui, deixando um link pra voces verem que não estou mentindo. E mais, foi proibido o uso de claras cruas nos preparos culinários, pela ANVISA, e isto desde o ano de 2009.  E ainda vejo as ditas culinaristas divulgando receitas de mousses, etc e etc utilizando claras de ovos crus.

 

QUEM É A Salmonella Enteritidis?


Salmonella é um grupo bacteriano que pode causar gastroenterites, encontrada, em geral, em alimentos de origem animal, como carnes, aves, ovos, leite e outros. Salmonella Enteritidis é um dos tipos mais comuns no mundo e é transmitido principalmente por ovos consumidos crus ou mal cozidos. O frango e outras aves, se consumidos mal cozidos, mal fritos ou mal assados também podem transmitir a bactéria.

O QUE CAUSA A Salmonella Enteritidis?


Uma pessoa que se infecta com a bactéria pode apresentar febre, cólicas abdominais e diarréia, de 12 a 72 horas após o consumo do alimento contaminado. A doença dura de 4 a 7 dias, e muitos doentes se recuperam sem a necessidade de tomar antibióticos. Entretanto, quando a diarréia é severa, hospitalização e uso de antibióticos podem ser necessários, além de hidratação venosa e outros cuidados.

Crianças, gestantes, idosos e imunocomprometidos podem apresentar formas graves da doença, com infecção que pode passar do intestino para a corrente sanguínea ou para outros órgãos do corpo, podendo causar óbito se não tratada prontamente com antibióticos adequados.

Vários estudos mostram que essa bactéria, no mundo, tornou-se resistente a vários antibióticos: no Estado de São Paulo, o Instituto Adolfo Lutz detectou que 65% das cepas são resistentes a antibióticos, em geral a dois tipos de drogas, e algumas das cepas até sete antimicrobianos. Este problema está relacionado ao uso indiscriminado de antibióticos, e especialmente na criação das aves.”

 

FONTE: AQUI

 

Então pessoal, tenhamos o BOM SENSO de não publicar, não c0mpartilhar e não ensinar ERRADO, pois tem muita, mas muita gente que não pesquisa, não se informa, não procura adquirir conhecimento, e utiliza estas receitas com informação errada, e podem ficar doentes e até vir à óbito.

 

Consciência já, por favor.

 

OVOS CRUS NÃO!!!

 

Pessoal, devido às dúvidas e comentários das amigas aqui em baixo, vou deixar uma dica:

Para fazer mousse, seja qual for, em vez de claras em neve, utilizem chantilly batido firme, incorporando-o com o auxílio de um fouet.

Para fazer mashmellow, levem ao fogo, as claras e o açucar, em banho maria, mexendo até ferver, sem deixar cozinhar as claras, para somente depois batê-las.  Ou faça o merengue italiano (vou deixar a receita aqui, que foi compartilhada por minha amiga Mag Nobrega, no meu grupo do face) . Colocando a calda fervente em cima das claras, não tem perigo ok? mas usar claras cruas, sem adicionar nada quente, somente para aerar mousses, ou batendo em batedeira com leite condensado e emulsificante, é realmente perigo eminente. Cuidem-se.

Merengue Italiano

Clara 100gr
Açucar refinado 200gr
Água 50ml

Modo de Preparo:
Numa panela dissolver o açucar na água.
Levar ao fogo e ferver até formar uma calda em ponto de fio médio, 114 graus.
Momentos antes já vá batendo as claras em neve 2/3 firme.
Verter a calda num fio contínuo, batendo bastante até esfriar completamente e atingir o ponto firme e brilhante.
Esse Merengue é ótimo porque não forma película

About the Author,

Culinarista, boleira, doceira, e professora/instrutora de cursos culinários.